Piso Elevado

21/09/2020 Por eder

Pisos elevados:

O que são? De que material são construídos? Onde utilizá-los? Quais as vantagens? Quais os tipos? Como instalar?


Piso elevado

É um sistema de elevação de piso no ambiente que permite a passagem de cabos elétricos, voz, dados, tubulações hidráulicas ou dutos de ar condicionado debaixo dele sem a necessidade de interferências civis. Utilizados em escritórios modernos, salas técnicas, data center, sala de servidores e sala de racks e salas elétricas, o piso elevado facilita o acesso entrepiso para manutenção da infraestrutura e rápidas mudanças de layout com baixo custo, além da fácil instalação de carpetes em placas ou pisos vinílicos sobre ele com um excelente custo benefício.

Os mais utilizados são:

Pisos elevado em aço


É dividido em 2 categorias:

Piso elevado de aço

Primeira categoria abrange os pisos elevados para salas comerciais, áreas de escritórios e áreas corporativas, e são compostos por placa, base e cruzeta responsáveis pela elevação do piso elevado, pode ser fabricado em diversas alturas buscando atender a necessidade de cada projeto.

Segunda categoria compreende os pisos elevados para áreas técnicas como data center, salas de servidores, sala de racks, salas de nobreaks, salas de baterias e salas elétricas, compostos basicamente de quatro componentes: placa, base, cruzeta e longarina.

Piso elevado de aço

A diferença entre as duas categorias está relacionada ao peso dos equipamentos, sendo que para equipamentos pesados a segunda categoria é mais segura, pois as placas se apoiarão em todo o perímetro das longarinas que por sua vez são parafusadas nos pedestais.

As vantagens do piso elevado estão atreladas sua instalação rápida e limpa, soluciona com facilidade as irregularidades existentes no contrapiso, acomoda e organiza toda a rede de instalação elétrica entre a laje e o piso, praticidade de desmontagem e montagem nas eventuais mudanças de layout.

– Carga estática uniforme: aproximadamente 1.350 Kg/m2

– Resistência à carga concentrada: aproximadamente 500 Kg

Piso elevado em Ardósia

Composta por grafite, quartzo ou xisto a ardósia pode ser encontrada em diversos aspectos visuais, em tons de cinza ou preto.

Piso elevado de ardósia

Utilizada em ambientes onde se deseja um visual mais sofisticado a ardósia valoriza espaços deixando-os mais elegante e moderno, pode ser instalada em áreas externas permitindo alternativas de utilização com vantagens construtivas como: base de jardim, base de playground, laje pré e laje de sombreamento.

Apresenta inúmeras vantagens em comparação a seus similares, que vai desde o preço mais baixo até a praticidade na manutenção e peças de reposição.

Tem a capacidade de receber inúmeros tipos de acabamento como: carpetes, vinílicos, laminados, piso de borracha e porcelanatos, em algumas situações pode ser utilizado sem revestimento.

As espessuras mais utilizadas são:

20mm – Carga estática uniforme: aproximadamente 1300 kg/m²

 – Resistência à carga concentrada: aproximadamente 600 kg

25mm – Carga estática uniforme: aproximadamente 1200 kg/m²

 – Resistência à carga concentrada: aproximadamente 600 kg

Piso elevado em Polipropileno

O piso elevado desenvolvido em polipropileno provém de matéria prima reciclada (plástico descartado) e 100% reciclável. Sua produção reduz consideravelmente a demanda por matéria-prima virgem, além de minimizar a emissão de resíduos na natureza e a poluição ambiental.

Uma solução construtiva que flexibiliza as mudanças de layout mantendo uma obra limpa e rápida.

Piso elevado Polipropileno

A maleabilidade do material plástico em sua composição permite a realização de recortes, furação de novas caixas de conexão sem custos extras.

Apresenta vantagens no reaproveitamento de todo o material em caso de desmontagem, suas placas são encaixadas e intertravadas nos pedestais, que garante estabilidade e rápida instalação, utiliza matéria prima reciclável (polipropileno termoplástico), se adapta a diferentes alturas de pés-direitos, podendo receber outros revestimentos como: carpete, vinílico, etc.)

– Carga estática uniforme: aproximadamente 1800 kg/m²

– Resistência à carga concentrada: aproximadamente 740 kg

Orientação para a escolha do tipo de Piso elevado

Para uma escolha mais conveniente do tipo de piso elevado, é necessário observar alguns fatores que por mais que sejam simples no primeiro momento são importantes para que se tenha uma correta instalação, satisfação visual e utilização funcional.

Para que todos esses pontos sejam atingidos é preciso saber em qual tipo de ambiente ele será utilizado, qual o peso dos equipamentos que estarão exercendo “carga de rolamento” sobre o piso. Através dessas informações pode-se saber qual tipo de material, sua resistência à carga concentrada ou carga estática uniforme, além de sua durabilidade. Dentro do processo de escolha de material pode-se aproveitar e escolher o modelo que mais combina com o ambiente em questão.